Empresários analisam gráficos de desempenho do IBC-Br - crédito: Freepik

Crédito: Freepik

Após três meses de quedas consecutivas, o IBC-BR registro alta em novembro de 2021. A atividade econômica registrou alta de 0,69% em novembro ante o mês anterior, após três meses seguidos de queda, de acordo com o IBC-Br, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira, 17. Com a alta, o indicador acumula 4,59% nos 11 primeiros meses do ano passado.

O resultado do mês ficou um pouco acima da expectativa do mercado, que esperava alta de 0,65%. Em outubro, o índice havia registrado uma queda de 0,40%. Em relação ao novembro de 2020, a alta foi de 0,43%. Já em 12 meses, a alta é de 4,30%.

Conhecido como uma espécie de prévia do Produto Interno Bruto (PIB), o IBC-Br calculado pelo BC serve de parâmetro para avaliar o ritmo da atividade ao longo dos meses.

As projeções indicam que neste ano o crescimento econômico deve ficar no patamar dos 4%. O número será divulgado oficialmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) em fevereiro.

Na semana passada, os dados de novembro dos setores de comércio varejista e serviços já haviam sinalizado uma melhora na economia, com dados acima da expectativa do mercado.