Carros de várias cores estacionados- Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

Com expertise na compra e venda de carros online, a Dryve chega a R$ 200 milhões de financiamentos processados, modalidade de parcelamento que é responsável por 72% das transações no aplicativo.

Desde o primeiro mês do ano, a startup cresce acima de 30% na receita mês sobre mês, reflexo do movimento de um mercado aquecido, já que segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), os carros usados negociadas no acumulado do ano ultrapassaram a marca de 10 milhões nos oito primeiros meses de 2021, aumento de 48,2% em relação a 2020, sendo a maior alta desde 2004.

O crescimento do mercado ajudou, mas o sucesso das transações na Dryve se deve ao diferencial tecnológico da plataforma. Com uma sofisticada combinação de algoritmos, o app proporciona velocidade e precisão na aprovação da melhor proposta de financiamento ao cliente, sugerindo a instituição financeira que mais se adequa ao momento econômico do comprador, com valores e taxas atraentes. “Até então o que víamos eram vendedores e compradores espalhados por diversas plataformas sem conexão entre si e carentes de soluções e produtos agregados para complementar as transações”, explica Daniel Abbud, CEO e fundador da Dryve.

A startup, que comercializou mais de mil automóveis em 2019, espera encerrar 2021 com ao menos 12 mil vendas concretizadas e 5.000 agentes autorizados – que atuam como consultores independentes – em mais de 450 cidades do Brasil.

(Com assessoria)