Fausto de Andrade Ribeiro, presidente do Banco do Brasil – Crédito foto: Divulgação

O Banco do Brasil registrou mais de R$ 21,4 bilhões de investimentos realizados por clientes no primeiro semestre de 2021 com o apoio do robô advisor e do simulador de investimento do banco. As ferramentas recomendam a melhor alternativa de aplicações, conforme o perfil e objetivo do usuário, a partir de analytics e dados para a personalização da oferta. São 6,5 milhões de clientes ativos usando assistentes virtuais no segundo trimestre de 2021, aumento de 77% sobre igual período no ano passado.

O lucro de R$ 10 bilhões alcançado pelo banco no final do primeiro semestre deste ano, crescimento de 48,4% no comparativo com 2020, deve-se muito ao processo de otimização e transformação digital, segundo Fausto de Andrade Ribeiro, presidente do Banco do Brasil, durante a live de divulgação dos resultados do segundo trimestre de 2021.

“Trazer o cliente para o centro é o nosso objetivo com o avanço do relacionamento digital. Pretendemos diversificar as fontes de receitas, a partir da oferta especializada e individualizada no canal e momento em que o cliente desejar. Além disso, temos ampliado nossa atuação como plataforma, disponibilizando produtos e serviços bancários e não bancários no App BB, a exemplo dos giftcards que somaram 420 mil comercializações nesse segundo trimestre”, disse.

Em junho de 2021, o banco registrou 21,6 milhões de usuários ativos em canais digitais, aumento de 15,2% em relação ao mesmo período no ano passado. As transações digitais chegaram a 2,6 bilhões em 2021, ante aos 2,0 milhões de junho de 2020. Isso se traduz no incremento da maturidade digital do cliente da instituição, que saltou de 54,1% no ano passado para 62,7%, em 2021. Segundo Ribeiro, a meta é ampliar o volume de negócios e aproveitar as oportunidades de mercado.

Marketplace do agro

O BB registrou R$ 205,9 bilhões na carteira de agronegócios, no primeiro semestre de 2021. O Broto, marketplace do agro com cerca de 200 mil acessos, gerou R$ 756 milhões em novos negócios para o banco, desde julho de 2020. O Ponto para Você, programa de cashback, pagou R$ 50 milhões em cashback, no primeiro semestre de 2021.

O Banco do Brasil, segundo Ribeiro, foi o primeiro a desenvolver soluções de crédito por API, ainda em 2017, e hoje é a instituição financeira com maior quantidade de interfaces disponíveis no mercado. As 16 APIs negociais do banco, já contam com mais de 1.300 parceiros conectados e a Central de Câmbio PJ tem R$ 8,4 bilhões realizados no segundo trimestre de 2021.

Carteira de crédito

Segundo Ribeiro, o crescimento de 6,1% da carteira de crédito registrado neste semestre demonstra a proximidade do banco com as pessoas, as empresas e o agronegócio. “O saldo de nossa carteira para as micro, pequenas e médias empresas cresceu 24,8% no comparativo com junho do ano passado. A elevação no crédito para a Pessoa Física foi de 10,3% e do agro 9,7% no mesmo período e a inadimplência acima de 90 dias reduziu para 1,86% (de 1,95% em março), abaixo do SFN, com um nível de cobertura de 326%”, disse.

ESG

Neste semestre, a carteira sustentável do banco alcançou R$ 258 bilhões, crescimento de 14% em um ano, com mais de 3 milhões de operações ativas. Como parte da estratégia de aquisição de energia limpa, a instituição conta com duas usinas de geração de energia em funcionamento e oito em construção. Além disso, realizará mais 19 licitações para a construção de novas usinas ainda este ano. “Até o final de 2021, o BB pretende compensar 100% das emissões diretas de gases de efeito estufa”, observa.

Wifi Brasil

Ribeiro chamou atenção para a importância do movimento wifi Brasil, projeto realizado em parceria com o Sebrae e o Ministério das Comunicações para levar wi-fi gratuito para 1.200 municípios mais remotos do país. “Vamos aproveitar a oportunidade para levar também educação financeira, fazer abertura de conta bancária e ensinar a usar os aplicativos para reduzir a dependência dos usuários das agências financeiras”, disse.

De acordo com os resultados divulgados pelo banco, o número de agências físicas fechou junho em 3.977, contra 4.367 um ano antes (queda de 8,9%). Ribeiro apontou os correspondentes bancários como uma das formas positivas na mudança do modelo de atendimento das agências.