Sede do Banco do Brasil - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sede do Banco do Brasil – Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Banco do Brasil informou nesta segunda-feira, 8, que registrou lucro líquido ajustado de R$ 5,139 bilhões no terceiro trimestre deste ano. O resultado representa uma alta de 2% em relação ao segundo trimestre de 2021 e 47,6% em relação ao mesmo período de 2020.  O lucro líquido contábil do banco foi de R$ 4,609 bilhões no 3T21, uma alta de 49,4% em relação ao mesmo período de 2020 (R$ 3,085 bilhões).

Carteira de crédito

A carteira de crédito ampliada do banco somou R$ 814,2 bilhões em setembro deste ano, um crescimento de 6,2% na comparação com junho e de 11,4% ante setembro de 2020.

No relatório que acompanha o balanço, o BB destaca o desempenho das operações com as pessoas físicas, as micro, pequenas e médias empresas (MPME) e com o agronegócio.

A inadimplência acima de 90 dias ficou em 1,82% em setembro deste ano, abaixo do apurado no trimestre imediatamente anterior (1,86%) e na comparação com o mesmo mês de 2020 (2,4%).

Junto com o balanço, o BB também revisou as projeções para o ano, e agora estima que vai alcançar um lucro entre R$ 19 bilhões a R$ 21 bilhões. A estimativa anterior variava de R$ 17 bilhões a R$ 20 bilhões em 2021.