Crédito: Freepik

Prevista para começar nesta segunda-feira, 30, a terceira fase do open banking foi adiada para 29 de outubro pelo Banco Central, atendendo a pedidos dos bancos e das fintechs, que alegaram pouco tempo para fazer as mudanças nos sistemas.

Em nota divulgada na noite da última sexta-feira, 27, o BC informou “o adiamento foi necessário para “ajustes nas especificações técnicas, que comprometeram o prazo para realização de testes para a certificação das instituições”.

A autoridade monetária reforçou o compromisso com a implementação do programa. “O Banco Central reforça o seu compromisso para que o open banking alcance os seus objetivos, de forma segura e efetiva para os clientes das instituições participantes, permanecendo vigilante no processo de sua implementação”, acrescentou.

Em vigor desde 1º de fevereiro, a primeira etapa do open banking permite o compartilhamento de informações sobre produtos, serviços, canais de atendimento e localização de agências. Com base nos dados, os bancos podem fazer comparações por meio de sistemas de interface de programação de aplicações (API na sigla em inglês).

A segunda fase do open banking, que envolve o compartilhamento de cadastros e de transações entre as instituições financeiras, foi adiada de 15 de julho para 13 de agosto.

A terceira fase prevê o compartilhamento do serviço de iniciação de transação de pagamento e o encaminhamento de proposta de operação de crédito entre instituições financeiras.

A quarta etapa, que prevê a troca de informações sobre serviços de câmbio, de investimentos, de previdência e de seguros, está mantida para 15 de dezembro.

Acompanhe o cronograma:

29 de outubro de 2021 – Início da fase 3, com o compartilhamento de serviços de transferências pelo Pix.

15 de dezembro de 2021 – Início da fase 4, com a troca de informações entre as instituições sobre os demais produtos financeiros, como câmbio, investimentos, previdência e seguros.

15 de fevereiro de 2022 – Compartilhamento de serviços de transferências entre contas do mesmo banco e TED.

30 de março de 2022 – Compartilhamento do envio de propostas de operações de crédito a clientes que aderirem ao open banking.

31 de maio de 2022 – Compartilhamento de dados de clientes sobre demais operações financeiras, como câmbio, investimentos, previdência e seguros.

30 de junho de 2022 – Compartilhamento de serviços de pagamento por boleto.

30 de setembro de 2022 – Compartilhamento de serviços de débito em conta.