Sede do Banco Central, em Brasília - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Sede do Banco Central, em Brasília – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Comitê de Estabilidade Financeira (Comef) do Banco Central decidiu manter em zero por cento (0%) a alíquota do Adicional Contracíclico de Capital Principal relativo ao Brasil, o chamado ACCPBrasil. A decisão foi tomada em reunião realizada nesta quinta-feira, 18, e divulgada no início da noite pelo BC.

“O Comef verificou que o crédito continua crescendo nas diversas modalidades. Diante dos riscos relacionados à atividade econômica, é importante que os bancos sigam preservando a qualidade das concessões. As informações disponíveis indicam que os preços dos ativos se comportam em linha com a evolução da atividade econômica”, revela o comunicado.

Na prática, se a alíquota subir de zero, a meta dos bancos para os índices de Basileia aumentaria e seria reduzida a disponibilidade dessas instituições em ofertar crédito. O BC tem a prerrogativa de elevar o percentual a até 2,5%.

“O Comitê considera que o sistema financeiro apresenta resiliência frente aos riscos decorrentes da atual pandemia. Os bancos em geral mantêm voluntariamente capital e liquidez em níveis superiores aos requerimentos mínimos prudenciais e sua resiliência é verificada por meio de análises e testes de estresse avaliados nas reuniões do Comef e divulgados no Relatório de Estabilidade Financeira (REF)”, disse o BC em nota.