Sede do Banco Central em Brasília Crédito: Flickr BC

O Banco Central mudou a forma de divulgar as estatísticas relativas aos meios de pagamento no Brasil. A partir de agora, além de publicar os dados anualmente, o BC atualizará com mais frequência os gráficos relacionados ao Pix, TED, DOC, boleto, cheque, TEC, transferência interbancária, débitos diretos e saques.

Em nota divulgada nesta quinta-feira, 17, o BC afirma que o propósito é permitir o acompanhamento do mercado de pagamentos de varejo de uma forma mais tempestiva e amigável na página que acaba de ir ao ar. “O monitoramento desses dados é importante para subsidiar a formulação de políticas públicas e a análise de resultado da regulação para incentivar a digitalização e a inovação do setor”, ressalta.

Exemplo de tabela disponível no site do Banco Central

Na primeira publicação divulgada, é possível verificar, por exemplo, o crescimento do uso do Pix desde o seu lançamento, em novembro de 2020, quando comparado com outros instrumentos de transferência de crédito, evidenciando a rápida adoção do novo meio de pagamento. (Com assessoria de imprensa)