Bradesco fecha acordo com BNP para migrar clientes de alta renda - Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Bradesco anunciou que firmou acordo com o BNP Paribas para viabilizar transferências na prestação de serviços locais aos clientes de private bank (segmento voltado a clientes com mais de R$ 5 milhões em recursos investidos) do BNP que optarem por migrar para o banco brasileiro em decorrência da decisão do banco francês de descontinuar seus serviços locais nesse segmento. Com o acordo, o Bradesco deve receber uma carteira de até R$ 15 bilhões em ativos sob gestão.

Segundo o documento enviado aos acionistas e ao mercado nessa terça-feira, 21, o acordo de indicação celebrado com o Bradesco está alinhado com o objetivo do BNP Paribas de garantir a seus clientes a continuidade e excelência dos serviços atualmente prestados.

“O Bradesco possui ampla e sólida plataforma local de private banking, sendo o segundo maior player nesse segmento no País, segundo a Anbima – Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiros e de Capital, com mais de R$ 380 bilhões de ativos sob gestão e cerca de 400 funcionários dedicados”, informa.

Ainda segundo o banco, os clientes que optarem pela migração para o Bradesco Private Bank terão acesso a uma ampla gama de produtos e serviços, incluindo orientação sucessória e sobre ativos internacionais, assessoria em ativos não financeiros e operações estruturadas.

“Esse vasto portfólio, combinado à expertise, performance e solidez, é credencial que evidencia sua capacidade e motivo pelo qual o BNP Paribas o recomendará para substituí-lo na prestação desses serviços aos seus atuais clientes em suas necessidades locais”, completa.

Os dois bancos, segundo o comunicado, farão todos os esforços visando a assegurar uma transição organizada em benefício dos seus clientes e em atenção aos seus deveres, sem interrupções e intercorrências.

“Nos próximos dias, as instituições atuarão em conjunto para comunicar o processo de transferência aos clientes, esclarecer eventuais dúvidas e obter as aprovações necessárias daqueles que optarem pela migração de seus portfólios para o Bradesco, destacando que o acordo de indicação aqui mencionado não prevê transferência de participação acionária entre o Bradesco e o BNP Paribas”, completa.