Crédito: Divulgação

O C6 Bank anuncia hoje,20, o lançamento do C6 TechInvest, serviço que auxilia o cliente a diversificar seus investimentos de forma personalizada, por meio de tecnologia. Sem o intermédio de consultores ou conflito de interesses, o serviço é voltado para todos os perfis de investidores, que podem criar uma carteira customizada conforme às suas necessidades, com ativos do Brasil e do exterior, de renda fixa a metais preciosos.

O serviço foi pensado para atender desde os investidores que sabem investir até os que estão em fase de aprendizado e buscam conhecer produtos de investimento mais rentáveis que a poupança, por exemplo.

“Além de resolver o problema do conflito de interesses, o C6 TechInvest descomplica o processo de escolha de produtos de investimento e democratiza o acesso a ativos antes oferecidos apenas aos clientes de alta renda dos bancos”, diz Romildo Valente, head de investimentos do C6 Bank.

O C6 TechInvest sugere carteiras com base em grandes classes de ativos. Na categoria renda variável, o serviço oferece o Ibovespa, que indica o desempenho da brasileira B3, o S&P 500, que agrupa as 500 maiores empresas das bolsas americanas (Nasdaq e NYSE). Além do Nasdaq 100, que contempla as 100 maiores companhias listadas na segunda maior bolsa de valores do mundo.

Na seção renda fixa, dividida em ativos brasileiros e americanos, há papéis atrelados à inflação e juros prefixados do Brasil e títulos do Tesouro dos Estados Unidos. Já na categoria metais preciosos o C6 TechInvest oferece prata e ouro.

O processo todo de criação da carteira leva poucos segundos. Após o cadastro inicial, o app já apresenta a carteira recomendada ao cliente, que pode, a partir daí, personalizar sua composição, caso queira excluir ou incluir algum ativo, e definir a relação de risco e retorno desejada. É possível iniciar uma carteira a partir de um investimento de R$ 1 mil, e a taxa de administração é de 0,7% ao ano, uma das menores do mercado para esse tipo de serviço.

(Com assessoria)