Caixa tem lucro de R$ 17,2 bi em 2021, alta de 31% - Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira, 24, um lucro líquido de R$ 17,268 bilhões em 2021, o que corresponde a uma alta de 31,1% na comparação com 2020. Com relação ao quarto trimestre de 2021 o lucro do banco somou R$ 3,2 bilhões, leve aumento de 0,3% ante o trimestre anterior.
O aumento do crédito e das receitas com prestação de serviços contribuíram para o crescimento do lucro em 2021.

Em 2021, a Caixa concedeu R$ 436,5 bilhões em crédito, aumento de 3,9% em relação a 2020. Apenas no quarto trimestre, foram concedidos cerca de R$ 114,7 bilhões em crédito, aumento de 5,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A carteira de crédito ampliada da banco estatal terminou o ano em R$ 867,6 bilhões, crescimento de 10,2% em 12 meses. A expansão foi puxada por linhas como o financiamento imobiliário, o carro-chefe do banco, com avanço de 9,2%, e no crédito comercial para pessoa física, com alta de 19%. A carteira de agronegócio, novo foco do banco, disparou 113%.

O banco reportou um volume de R$ 140,6 bilhões em contratação do crédito imobiliário durante 2021, o maior da série histórica, e uma evolução de 20,8% na comparação com 2020.

A inadimplência fechou o ano em 1,95%, redução de 0,21 ponto percentual em relação ao terceiro trimestre.

As despesas da Caixa Econômica Federal com pessoal somaram R$ 6,393 bilhões no quarto trimestre de 2021, queda de 2,1% em relação ao mesmo período de 2020. No acumulado de 2021, as despesas com pessoal do banco público avançaram 2,2%, para R$ 23,219 bilhões. A Caixa encerrou 2021 com 94.404 empregados.