CapTable pretende captar R$ 250 mi para startups em 2022-crédito-Freepik

Crédito: Freepick

O CapTable, hub de investimentos em startups, estima captar R$ 250 milhões em 70 rodadas ao longo deste ano para incentivar empreendimentos digitais inovadores e com potencial de escalabilidade. O foco será em startups em estágio Seed ou Série A e que apresentem robustez do modelo de negócio, conforme Guilherme Enck, cofundador da CapTable.

“Em 2021 fomos responsáveis por mais de ⅓ do total de investimentos captados via plataformas para as startups em todo o Brasil. Isso mostra a confiança no mercado de investimentos em startups e como a CapTable contribui para o fortalecimento do ecossistema de inovação brasileiro”, afirma Enck.

O hubv de investimentos levantou sozinho no ano passado R$ 2,8 milhões a mais que o volume total levantado pela EqSeed, Kria, Beegin.invest, Organismo Brasil, Whishe, Clearbook, Efund Investimentos e Cluster 21. As oito plataformas juntas totalizaram R$46.678.535,88 em investimentos captados.

Desde julho de 2019, quando começou a operar, a empresa já aportou mais de R$65 milhões para 45 startups, sendo que no ano passado foram mais de R$49,5 milhões em investimentos para 29 startups

Com o plano de captação de R$250 milhões até o final do ano, a CapTable reafirma seu posicionamento de funding para startups. Isso envolve, além do uso da plataforma de investimento coletivo, com rodadas públicas, privadas e club deals, a consolidação do Corporate Venture Capital, produto criado pelo hub de investimentos visando auxiliar grandes corporações no processo de investir em startups inovadoras.

Atualmente, o Corporate Venture da CapTable já conta com parcerias com o Grupo Elfa e o Pátria Investimentos, além de mais algumas empresas no pipeline.

(Com assessoria)