Carteira digital: porta de entrada para investir-crédito-freepik

Crédito: Freepik

Além de facilitar o ingresso da população ao sistema financeiro brasileiro, as carteira digitais e soluções de pagamento funcionam como uma porta de entrada para atrair interesse e busca de conhecimento sobre produtos e serviços financeiros, conforme aponta pesquisa desenvolvida pelo Mercado Pago, fintech do Mercado Livre, em parceria com a consultoria Trendsity, especializada em pesquisa de mercado.

Realizado em cinco países da América Latina – Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e México – o estudo mostra que 80% dos entrevistados no Brasil acreditam que educação e informações sobre serviços financeiros digitais são necessárias, enquanto e 61% afirmam que começaram a se interessar pelo tema a partir do uso de carteiras digitais.

Além disso, 60% dos usuários brasileiros de algum tipo de carteira digital têm interesse em poupar e investir. Essa taxa cai pela metade entre aqueles que não usam carteira digital. Os meios de pagamento costumam ser a porta de entrada para o sistema financeiro.

Apesquisa mostra ainda que há espaço para avanço da educação e inclusão financeira da população. Cerca de 15% dos entrevistados dizem que não consultam, nem se informam antes de utilizar ou consumir produtos e serviços financeiros.

“Conforme o estudo, sete de cada 10 usuários carecem de educação financeira no país”, analisa Gabriela Szprinc, Head de Pagamentos do Mercado Pago.

Segundo ela, a América Latina está alinhada ao índice global de educação financeira elaborado pela Standard & Poor’s, que indica que somente 33% das pessoas, à nível global, podem resolver pelo menos quatro questões relacionadas à educação financeira. Já considerando a população da América do Norte e Europa, mais de 50% das pessoas conseguem responder corretamente perguntas sobre educação financeira.

(Com assessoria)