CEF fecha com lucro líquido de R$ 3,2 bi o 3T21

Crédito: Divulgação

A Caixa Econômica Federal (CEF) fecha o terceiro trimestre de 2021 com lucro líquido de R$ 3,2 bilhões, somando o consolidado do ano com R$ 14,1 bilhões, o que representa crescimento de 87,4% e 69,7%, respectivamente. Nos últimos nove meses, o banco atingiu o segundo melhor lucro de sua história, exceto em 2019.

A margem financeira alcançou R$ 12,2 bilhões no 3T21, aumento de 27,8% se comparado ao 3T20. O crescimento é decorrente principalmente dos aumentos de 15,2% nas receitas com operações de crédito e de 130,1% no resultado com operações de títulos e valores mobiliários.

No 3T21, as receitas provenientes das operações de crédito habitacionais totalizaram R$ 9 bilhões, aumento de 8,6% em relação ao 3T20. Essas receitas representam 49,9% do total das receitas de crédito. Destacam-se ainda nas receitas com operações de crédito os crescimentos de 90,7% em crédito comercial pessoa jurídica, de 89,5% em crédito ao agronegócio e de 24,1% em saneamento e infraestrutura.

As despesas de captação tiveram aumentos, em 12 meses, de 74,8% com CDB, 74,4% relacionados a depósitos judiciais e 40,8% com as operações de poupança. O comportamento dessas despesas é decorrente da alta dos juros.

CARTEIRA DE CRÉDITO AMPLA 

A carteira de crédito ampliada encerrou o 3T21 com um saldo de R$ 842,3 bilhões, crescimento de 11,3% em relação a 3T20 e 3,2% em relação ao 2T21. Somente no 3T21, foram concedidos R$ 118,1 bilhões em crédito, aumento de 8,5% em relação ao 2T21.

Resultado da alta qualidade da carteira da CAIXA, a inadimplência fechou o 3T21 em 2,16%, redução de 0,30 p.p. em relação ao 2T21. A cobertura da provisão finalizou o trimestre em 205,5%. As operações da CAIXA são concentradas em operações de longo prazo, com garantias reais e com 92,2% das operações classificadas em níveis de riscos entre AA e C.

CAIXA Tem

O App CAIXA Tem atingiu o recorde de mais de 109 milhões de contas poupanças sociais digitais gratuitas abertas até o final de setembro de 2021.

No acumulado dos nove primeiros meses de 2021, foram realizadas 1,8 bilhão de transações eletrônicas e financeiras no App Caixa Tem, além de 66,4 milhões de downloads do aplicativo, sendo que foram cadastrados 6,9 milhões de usuários com dispositivo vinculado no App.

Crédito à Micro, Pequena e Média Empresa 

A Caixa foi o primeiro banco a contratar o PRONAMPE, tendo 35,8% de market share do produto em volume de concessões. Apenas no 3T21 foram contratados R$ 6,7 bilhões, contemplando 87,5 mil empresas.

No 3T21, foram contratados R$ 937,9 milhões referente à linha de crédito amparada pelo Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (FAMPE), beneficiando 12,5 mil empresas. No acumulado de 2021 foram R$ 3,7 bilhões em contratações e 49,6 mil empresas beneficiadas. Essa modalidade conta com o Crédito Assistido do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), antes, durante e após a contratação.

Governança

O banco atingiu a melhor nota no índice integrado de governança e gestão (iGG) entre as instituições financeiras estatais. O índice foi desenvolvido pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para avaliar os processos relacionados à gestão e a governança das instituições públicas e é composto pelos índices de: governança pública; gestão de pessoas; gestão de TI; e gestão de contratações.

Em 2021, 378 organizações participaram da avaliação, e a CAIXA alcançou a terceira melhor nota, subindo 36 posições em comparação a 2018. Em 2017, o banco obteve pontuação de 65%, alcançando a 29ª posição. No ano seguinte, ficou em 39º lugar. Nos anos de 2019 e 2020, a apuração não foi realizada pelo órgão.

(Com assessoria)