Corretora Ideal é comprada pelo Itaú-foto crédito-divulgação

Crédito: Divulgação

A corretora Ideal será comprada 100% pelo Itaú Unibanco, conforme anunciou o banco nesta quinta-feira, 13, em fato relevante.

A aquisição custará ao banco cerca de R$ 650 milhões pela participação de 50,1% na Ideal com o direito de adquirir os 49,9% restantes após cinco anos.

Conforme o documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Ideal oferece soluções de trading eletrônico e Direct Market Access (DMA), dentro de uma plataforma flexível e baseada em nuvem.  A Ideal obteve sua licença para operar em 2019 e foi fundada por executivos com vasta experiência.

Considerada pelo próprio banco como uma das corretoras líderes em volumes negociados nos mercados B3, segundo a nota, a transação permitirá “possível aceleração da entrada no mercado de agentes autônomos de investimentos”

De acordo com o Itaú, a aquisição permitirá oferecer produtos e serviços financeiros no modelo B2B2C, entre outros fatores. Além disso, possibilitará a aceleração da sua entrada no mercado de agentes autônomos de investimentos e o aperfeiçoamento da distribuição de produtos de investimentos para clientes pessoas físicas.

A Ideal terá total autonomia para fazer a condução e a gestão dos negócios, conforme os termos e condições de acordo de acionistas dessa transação. “Nesse contexto, a Ideal continuará atendendo seus clientes e o Itaú Unibanco não terá exclusividade na prestação de serviços”, diz.

A conclusão dessa operação está sujeita a aprovações do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e do Banco Central.