Dólar chega a R$ 5,72 e bolsa cai 3%-crédito-Freepik

Crédito: Freepik

O mercado de câmbio abriu com o dólar a R$ 5,72, maior alta desde abril deste ano, e o Ibovespa operou em baixa de 3% devido ao ambiente de incertezas e aversão ao risco acentuado com a demissão da equipe econômica, anunciada ontem pelo governo.

Às 11h45, o dólar subia 1,04%, chegando a R$ 5,7240, após registrar máxima de R$ 5,7285.

Em comunicado, o Citi afirma que “há muita incerteza no curto prazo que pode empurrar o dólar para cima ante o real. Por outro lado, os players acham que o real está gravemente desvalorizado, o BCB provavelmente aumentará seu ritmo de alta dos juros e intervenções (cambiais) ainda são possíveis. Portanto, a estabilidade nesses níveis não parece ser o cenário-base.”

Para analistas, a saída Jeferson Bittencourt, secretário do Tesouro e de Bruno Funchal, secretário especial do Tesouro e do Orçamento tornam-se mais reduzidas a percepção de que o governo defenderá uma agenda de responsabilidade fiscal daqui para frente.