Homem conclui transação com sucesso pelo celular - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

O unicórnio Ebanx anunciou nesta quarta-feira, 27 que finalizou a aquisição da Juno, empresa brasileira de pagamentos com foco em e-commerce, serviços digitais e serviços de cobrança para pequenas empresas e BaaS (Banking as a Service). Com a aprovação da transação pelo Banco Central, a aquisição foi concluída esta semana.

Fundada em 2014, a Juno tem expertise em pagamentos no Brasil, atendendo a mais de 35 mil companhias, entre grandes empresas e PMEs e empreendedores que usam suas soluções financeiras e de pagamentos, como a conta digital Juno. As recentes soluções criadas pela Juno resultaram em um volume total processado de mais de R$ 4,7 bilhões em 2020, um crescimento de mais de 130%, colocando a fintech como uma das principais companhias no setor no Brasil.

João Del Valle, CEO e cofundador do Ebanx, disse em nota que a empresa é uma parceira de longa data. “A Juno tem uma história excepcional na indústria de pagamentos, criando serviços inovadores e ajudando milhares de empresas e empreendedores brasileiros a vender online. Estamos honrados em tê-los a bordo conosco”, afirmou.

O anúncio da compra da Juno vem após um investimento de US$ 430 milhões pela Advent International, em junho, bem como a aquisição de ações do Banco Topázio, que permitiu ao Ebanx otimizar suas operações de câmbio.

Sendo uma participante direta no Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), a Juno possibilita que empresas vendam online por Pix, além de boleto bancário e cartão de crédito, e que gerenciem todo o fluxo de pagamentos diretamente na Conta Juno, conta digital que possui tecnologia proprietária e permite às companhias administrar a parte financeira por completo.

(com assessoria)