Crédito: Freepik

A taxa média do empréstimo pessoal apresentou alta em relação a abril e a do cheque especial se manteve igual, conforme pesquisa realizada pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor do Procon-SP.

O levantamento foi feito no último dia 5 de maio no Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander.

No empréstimo pessoal, a taxa média dos bancos pesquisados foi de 6,26% ao mês, acréscimo de 0,16 pontos percentuais em relação ao mês anterior, que foi de 6,10%. O único banco que alterou essa taxa em relação a abril foi o Itaú, que passou de 5,97% para 6,91%, uma variação positiva de 15,75%.

No cheque especial não houve alteração das taxas praticadas pelas instituições se mantendo igual ao mês anterior, 7,96% ao mês.

Especialistas do Procon-SP orientam para que o consumidor evite utilizar o limite de cheque especial, já que as taxas, mesmo com a limitação da cobrança em 8%, de acordo com resolução do Banco Central, continuam muito elevadas. (Com assessoria de imprensa)