Enquanto a Meta amarga perdas, a Amazon dispara - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

Um dia após a proprietária do Facebook, a Meta Platforms, sofrer a maior perda de valor de mercado da história de uma empresa norte-americana, em mais de US$ 250 bilhões, a Amazon viu suas ações subirem quase 15%, após a divulgação de seu relatório trimestral.

A Amazon reportou um lucro líquido de US$ 14,3 bilhões no balanço do quarto trimestre do ano passado, praticamente dobrando o seu lucro líquido na comparação anual. No mesmo período de 2020, o lucro líquido da empresa havia somado US$ 7,2 bilhões.

A capitalização da gigante do varejo online e computação em nuvem foi expandida em mais de US$ 200 milhões até o início da tarde desta sexta-feira, 4. A Amazon agora está avaliada em cerca de US$ 1,6 trilhão.

Com as ações da Meta Platforms caindo mais 2% no início do dia de hoje, seu valor de mercado ficou em cerca de US$ 653 bilhões.

Em Wall Street, as ações dos EUA subiram após negociações mistas no início do dia. Os rendimentos dos títulos do governo dos EUA subiram em meio aos dados positivos de empregos e melhores ganhos.

As ações das empresas de tecnologia e mídia subiram, com exceção da Meta. Snap saltou 58,8%, Spotify subiu 9,2% e Amazon fechou o pregão com alta de 13,5%. Depois de perder mais de um quarto de seu valor na quinta-feira, 3, a controladora do Facebook caiu apenas cerca de 0,3% nesta sexta-feira.

(com Agência Reuters)