Crédito: Freepik

O relatório Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira, 17, registra expectativa, mais uma vez, de alta na inflação em 2021. Os economistas ouvidos pelo BC apontam alta de 5,15% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021, acima da projeção anterior, de 5,06%. Essa foi a sexta semana consecutiva de revisão para cima da previsão. Para 2022, também houve alta nas projeções, de 3,61% para 3,64%.

O mercado financeiro também revisou para cima as projeções do Produto Interno Bruto (PIB), de 3,21% para 3,45% neste ano.  Para 2022, as estimativas de expansão do PIB são de 2,33% par 2,38%.

Com a pressão da inflação, o mercado avalia expansão no ritmo de alta da Selic no próximo ano. Para o fim de 2021, a estimativa se manteve em 5,50%, mantendo a elevação de 0,75 ponto na próxima reunião do Copom. Já para 2022, a projeção da taxa básica de juros subiu de 6,25% para 6,50%, de acordo com o relatório Focus desta semana.

De acordo com os economistas consultados pela autoridade monetária, a projeção do dólar teve uma pequena queda, de R$ 5,35 para R$ 5,30, em 2021, e em 2022, de R$ 5,40 para R$ 5,35.