Fiagro da carioca JCP começa a ser negociado na B3

Credito: Freepik

 

O primeiro Fiagro da JGP, gestora carioca, começa a ser negociado na B3. O JGPX11 é um fundo de crédito dedicado a financiar as cadeias produtivas do agronegócio que investe basicamente em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) e, em menor extensão, em Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC).

Cerca de 90% dos papéis a serem investidos pelo fundo são indexados ao CDI, aproveitando o momento de alta nas taxas de juros. O fundo aufere rendimentos mensais isentos de imposto de renda para pessoas físicas.

Um dos diferenciais do Fiagro da JGP é que parte majoritária do portfólio será lastreado em originação proprietária, com forte pegada ESG. A casa conta com uma equipe de 19 profissionais dedicados a crédito privado, com track record de sete anos e R$ 4 bilhões sob gestão.

“O setor do agronegócio está na linha de frente da questão ambiental brasileira e a gente tem o dever de decidir onde o capital vai chegar com uma visão sobre as externalidades, da geração de empregos, de impactos sociais e ambientais positivos”, afirmou Alexandre Muller, sócio e gestor dos fundos de crédito da JGP

Para ele, este é um bom momento para investir no setor. “O agronegócio no Brasil cresceu 26% nos últimos 10 anos e hoje representa 26% do PIB brasileiro.” No Fiagro JGP, os créditos adquiridos são oriundos de projetos e empresas situados em nove diferentes estados.

(Com assessoria)