Imagem sobre investimentos-Crédito: Freepick

Crédito: Freepick

Os fundos de investimento tiveram captação líquida positiva de R$ 41,7 bilhões entre 1º e 27 de agosto, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Esse número é a diferença entre os R$ 791,8 bilhões de aportes e R$ 750 bilhões de retiradas no período.Na semana de 23 a 27 do mês, a indústria registrou resgates líquidos de R$ 18,7 bilhões. O montante foi influenciado por dois saques concentrados. Um de R$ 15 bilhões na classe de FIDCs (que encerrou o período com retiradas líquidas de R$ 14,3 bilhões) e outro de R$ 14 bilhões na classe de renda fixa (que encerrou a semana com R$ 2,7 bilhões de resgates líquidos).

Os demais movimentos na semana foram pulverizados entre os investidores. Também fecharam no vermelho: fundos de previdência (R$ 1,4 milhão), multimercados (R$ 644,5 milhões) e fundos de ações (R$ 400,9 milhões).

Os ETFs, fundos cambiais e FIPs tiveram captação líquida positiva de R$ 607,1 milhões, R$ 148,2 milhões e 38,3 milhões, respectivamente.

(Com assessoria)