Crédito: Freepick

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) sobe 0,78% em julho, contra 0,60% no mês anterior, refletindo a aceleração da inflação no atacado e varejo, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta quinta-feira. Com o resultado do mês, o índice acumula em 12 meses alta de 33,83%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que responde por 60% do índice geral e apura a variação dos preços no atacado, avançou 0,71% em julho, contra alta de 0,42% no mês anterior. Os efeitos sazonais, exportações e a alta acumulada nos preços das rações orientaram a aceleração do índice ao produtor.

Entre os grupos componentes do IPA, o destaque ficou com as Matérias-Primas Brutas, que subiram 0,09% em julho, depois de caírem 1,28% em junho.

IPC

No varejo, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que representa 30% do índice geral, acelerou a alta a 0,83% este mês, após subir 0,57% em junho. em relação ao consumidor, os destaques foram os energéticos, com o avanço da tarifa elétrica em 5,87% e o GLP 4,05%.

Entre os grupos do IPC, os preços de Educação, Leitura e Recreação subiram 2,16% em julho, em relação a queda de 0,69% registrada em junho.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), registrou alta de 1,24% em julho.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

(Com assessoria)