homem sobe escada mostrando gráfico crescente - Crédito: Freepik

Crédito: freepik

O mercado financeiro mantém a expectativa de alta para a inflação pela 33ª semana consecutiva, segundo o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, nesta segunda-feira, 22 de novembro. A projeção do IPCA para 2021 passa dos dois dígitos, subindo para 10,12%, ante 9,77% na semana anterior.

Para 2022, o mercado financeiro projeta a inflação oficial a 4,96%, maior que na semana passada, quando a estimativa era de 4,79%.

A estimativa para a taxa básica de juros para 2021 manteve-se em 9,25% em 2021, mas registrou alta na projeção para 2022, em 11,25% ao ano, ante 11% da semana anterior.

Redução na projeção do PIB

Segundo os economistas entrevistados pelo Banco Central, a expectativa sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) caiu pela sexta semana consecutiva.  Para 2021 deverá ser de 4,80%, menor do que na semana passada de 4,88%.

As previsões para o PIB de 2022 também diminuíram. Os especialistas do mercado indicaram um crescimento do PIB de 0,70%, ante 0,93% previsto na semana anterior. Para 2023 a previsão se manteve estável, com um crescimento de 2,00%.

Câmbio

A previsão para o valor do dólar comercializado manteve-se em R$ 5,50, tanto em 2021 como em 2022. Para 2023, o câmbio da moeda norte-americana cai para R$ 5,30.