Investidores acham improvável que Musk compre o Twitter por US$ 44 bi - Crédito: Divulgação

Elon Musk – Crédito: Divulgação

O mercado de ações considerou pela primeira vez nesta terça-feira, 10, que é improvável que Elon Musk adquira o Twitter por US$ 44 bilhões, como ele concordou originalmente, informou a Agência Reuters.

A probabilidade implícita de o negócio fechar a esse preço caiu abaixo de 50% após as ações do Twitter caírem para US$ 46,75, com base no preço de US$ 54,20 oferecido inicialmente. As ações do Twitter chegaram a valer US$ 39,31 em 1º de abril, véspera do anúncio de  Musk de que havia comprado uma participação na empresa de mídia social.

Musk, a pessoa mais rica do mundo, e também presidente-executivo da fabricante de carros elétricos Tesla, em 25 de abril anunciou a  compra da plataforma de mídia social, após a oferta hostil . O Twitter disse na época que Musk garantiu US$ 25,5 bilhões em financiamento de dívida e se comprometia a investir US$ 21 bilhões.

Musk, que vale US$ 268 bilhões segundo a Forbes, disse que não estava preocupado principalmente com a economia do Twitter.”Ter uma plataforma pública que seja confiável e amplamente inclusiva é extremamente importante para o futuro da civilização. Eu não me importo com a economia”, disse ele em uma recente palestra pública.

Musk, que se autodenomina absolutista da liberdade de expressão, criticou a moderação do Twitter. Ao defender a “liberdade de expressão”, Musk alinha-se aos negacionistas, que defendem a “liberdade” para espalhar  fake news.

O executivo também defendeu ajustes amigáveis ​​no serviço, como um botão de edição e derrotar “bots de spam” que enviam uma quantidade esmagadora de tweets indesejados.

(com Agência Reuters)