Lojas Renner Crédito: Divulgação

A Lojas Renner sofreu um ataque cibernético criminoso em seu ambiente de tecnologia da informação, porém não houve vazamento de dados de clientes, conforme anunciou em comunicado nesta quinta-feira. O ataque resultou em indisponibilidade em parte de seus sistemas, após pane na operação do site e aplicativo da empresa e de suas marcas, como Camicado e Ashua.

Em comunicado, a varejista diz que acionou prontamente seus protocolos de controle e segurança para bloquear o ataque e minimizar eventuais impactos. “Neste momento, a companhia atua de forma diligente e com foco para mitigar os efeitos causados, com a maior parte das operações já restabelecidas e tendo sido verificado que os principais bancos de dados permanecem preservados. Cabe ressaltar que em nenhum momento as lojas físicas tiveram suas atividades interrompidas.”

A companhia ressalta ainda que faz uso de tecnologias e padrões rígidos de segurança, e continuará aprimorando sua infraestrutura para incorporar cada vez mais protocolos de proteção de dados e sistemas. A companhia manterá o mercado informado de qualquer informação relevante relacionada a este evento, e informará as autoridades competentes nos próximos dias.

(Com assessoria)