Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

A XP Inc. registrou um lucro líquido ajustado de R$ 1,034 bilhão no segundo trimestre, um avanço de 83% sobre o mesmo intervalo do ano anterior. No período encerrado em 30 de junho, a companhia registrou R$ 817 bilhões em Ativos Sob Custódia (AUC, na sigla em inglês), avanço de 88% na comparação com igual período de 2020.

O documento divulgado nesta terça-feira, 3, mostra que a receita bruta da XP foi de R$ 3,2 bilhões no segundo trimestre de 2021, ante R$ 2,04 bilhão do mesmo trimestre de 2020, alta de 57%. O EBITDA Ajustado (lucros antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) também registrou avanço no período, alcançando R$ 1,2 bilhão no trimestre, 77% a mais em relação ao 2T20.

A XP Inc. somou um total de 3,14 milhões de clientes ativos no segundo trimestre de 2021, um aumento de 33% em relação ao mesmo período do ano passado, mas o relatório divulgado mostra que a média mensal de adição de novos investidores caiu de 72 mil, no primeiro trimestre de 2021, para 49 mil entre abril e junho deste ano.

O número de novos assessores autônomos conectados à rede cresceu 165% em relação ao mesmo período de 2020, totalizando 1.198 novos assessores, com um aumento de 31% na comparação com o trimestre anterior.

Entre os serviços e produtos bancários, que incluem o cartão de crédito lançado em março, a carteira de crédito chegou a R$ 6,8 bilhões no 2T21, alta de 43% sobre o 1T21, com inadimplência de 0%. No período, foram gerados R$ 2,1 bilhões em volume total de pagamentos no cartão de crédito, alta de 316% ante o primeiro trimestre.

(com assessoria de imprensa)