BTG Pactual Crédito foto: Divulgação

O Banco BTG Pactual encerrou o segundo trimestre com lucro líquido recorrente de R$ 1,719 bilhão, registrando aumento de 74%, conforme balanço divulgado ao mercado nesta terça-feira, 10.

A receita do BTG foi de 3,771 bilhões de reais, um salto de 52% em relação ao ano anterior. Já o Ebitda ajustado, lucro antes de impostos e que não inclui itens não recorrentes, foi de R$ 2,298 bilhões no trimestre passado.

O BTG Pactual obteve recorde de captações no segundo trimestre, com R$ 98 bilhões em net new money (NNM), sendo R$ 44 bilhões em asset management e R$ 54 bilhões em wealth management, ambos níveis recordes. O total de recursos de terceiros sob gestão e administração chegou a R$ 880,3 bilhões, aumento de 14,7% no trimestre e de 77,0% em 12 meses.

O BTG teve forte contribuição de receitas oriundas da área de sales & trading, com avanço de 23% na comparação anual, para R$ 1,255 bilhão, com o menor nível de alocação de risco da sua história (VaR de 0,25%).

O retorno ajustado sobre o patrimônio líquido (ROAE) foi de 21,6% no segundo trimestre, ante 16,5% no primeiro e 17,5% no segundo trimestre do ano passado.