Desenho de pilhas de moedas e mão que segura martelo - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fechou acordo com o presidente do Conselho de Administração da Marfrig Global Foods S.A., Marcos Antônio Molina dos Santos, com o pagamento de R$ 20.203.194,00 para encerrar o processo administrativo sancionador (PAS).

O PAS foi instaurado pela Superintendência de Processos Sancionadores (SPS), que propôs a responsabilização de Marcos Antônio Molina dos Santos por suposta utilização de informação relevante, ainda não divulgada, na negociação de ações ordinárias de emissão da Marfrig, em operações feitas em seu próprio nome e em nome de sua esposa.

O presidente da CVM e relator do processo, Marcelo Barbosa, entendeu que a quantia proposta pelo executivo da Mafrig corresponde a três vezes o valor do benefício em tese auferido e que tem potencial para desestimular práticas semelhantes, em atendimento à finalidade preventiva do termo de compromisso. O colegiado acompanhou o voto do relator.