Setas brancas em 3D com fundo azul indicando crescimento

Crédito: FreepikO mercado elevou, pela 21ª semana, suas projeções para a inflação em 2021, ao mesmo tempo em que continuou a ver diminuição no crescimento econômico, de acordo com a pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira, 30.

O levantamento semanal mostra que os especialistas consultados elevaram as contas para a alta dos preços em 2021, chegando a 7,27%, ante 7,11% da semana anterior. A meta da inflação, no entanto, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) é de 3,75%, com intervalo de tolerância que pode variar de 2,25% a 5,25%. Para 2022, a alta do IPCA  foi calculada em 3,95%, de 3,93%, sendo que o centro da meta para o ano que vem é de 3,50%.

As projeções para a taxa Selic foram mantidas em 7,50%. A estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2021 foi reduzida de 5,27% para 5,22%, de acordo com os economistas entrevistas pelo BC. O dólar foi revisado de R$ 5,10 para R$ 5,15.