Musk suspende temporariamente compra do Twitter, ações despencam - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

As ações do Twitter caíram 17,7%, para US$ 37,10, no pré-mercado da Nasdaq nesta sexta-feira, 13, após o empresário Elon Musk escrever na rede social que a proposta pela companhia está temporariamente suspensa.

“O negócio pelo Twitter está temporariamente suspenso até termos mais detalhes apoiando o cálculo que contas fake e ou de spam realmente representam menos de 5% dos usuários”, escreveu Musk.

Em seu último tweet, Musk se referiu a uma matéria da Agência Reuters de 2 de maio que dizia que o Twitter estimou que contas falsas ou de spam representavam menos de 5% de seus usuários ativos diários monetizáveis ​​durante o primeiro trimestre, quando registrou 229 milhões de usuários que receberam publicidade.

“Essa métrica de 5% já está disponível há algum tempo. Ele claramente já a teria visto… Portanto, pode ser mais parte da estratégia de reduzir o preço”, afirmou Susannah Streeter, analista da Hargreaves Lansdown, à Reuters.

“Vai ser altamente frustrante para muitos na empresa, já que vários executivos seniores já foram demitidos”, completou a analista.

Musk tem criticado a política de moderação do Twitter. Ele disse que quer que o algoritmo do Twitter priorize os tweets públicos e foi contra o excesso de poder no serviço para empresas que anunciam.

No início desta semana, ele disse que reverteria a proibição do Twitter ao ex-presidente dos EUA, Donald Trump, quando ele comprar a plataforma de mídia social, sinalizando sua intenção de cortar a moderação do site.

A empresa de mídia social disse que enfrenta vários riscos até que o acordo com Musk seja fechado, incluindo se os anunciantes continuariam gastando no Twitter em meio a “possível incerteza em relação a planos e estratégias futuras”.

Musk terá que pagar uma taxa de rescisão de US$ 1 bilhão se desistir do acordo.

(com Agência Reuters)