Parceiro do Mercado Livre e Magalu vaza 1,75 bi de dados -crédito-Freepik-digital-money-informe

Crédito: Freepick

A Hariexpress, integradora de comércio eletrônico brasileira, vazou 1,75 bilhão de dados (610 GB) de vendedores, usuários e clientes de grandes marketplaces do país, como Mercado Livre, Amazon, Magalu, B2W Digital, além dos Correios, segundo o relatório da SafetyDetectives, um grupo de pesquisadores que detectam vazamento de dados pela internet.

Conforme o documento, foram abertos detalhes de pedidos, como nomes, e-mails, endereços, produtos comprados, dados de vendedores, nomes completos, CPFs e CNPJs.

Segundo a SafetyDetectives, o servidor ElasticSearch da Hariexpress foi deixado sem criptografia ou proteção de senha.

A plataforma integradora reúne todas as informações e as contas de um pequeno vendedor nos mais diferentes canais de venda. Por exemplo, as fotos de estoque são colocadas nessa plataforma e distribuídas nos perfis do vendedor em cada marketplace e, se um produto é vendido, essa informação é atualizada em todas as contas.

O Magazine Luiza informou que “contou com a HariExpress como um de seus integradores por um período de dez meses. Durante esse período, a HariExpress adicionou apenas 30 sellers à plataforma da companhia e registrou 12 vendas realizadas”. “Até este momento, o Magalu não registrou qualquer vazamento de dados e mantém constante monitoramento da segurança.