Parceira com a BlackRock faz as ações da Coinbase disparar - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

As ações da exchange de criptomoedas Coinbase Global Inc subiram mais de 16% nesta quinta-feira, 3, depois de anunciar que fez parceria com a BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, para fornecer os seus serviços de negociação e custódia de criptomoedas.

O acordo é positivo para a Coinbase que, como muitas no setor de criptomoedas, foi atingida por uma queda nos preços dos ativos de criptomoedas, já que os investidores fugiram de ativos de risco em meio a turbulências geopolíticas, taxas crescentes e preocupações com uma recessão iminente.

A Coinbase está entre as mais atingidas, com ações caindo mais de 60% no primeiro semestre de 2022.

Aladdin

A plataforma de negociação institucional da empresa para ativos criptográficos, Coinbase Prime, fornecerá recursos de negociação, custódia, corretagem e relatórios de criptomoedas para clientes institucionais no Aladdin da BlackRock, que também são clientes da Coinbase.

A Aladdin oferece um conjunto de ferramentas de software projetadas para ajudar investidores institucionais a gerenciar seus portfólios.

A notícia ressalta como as instituições tradicionais, incluindo fundos de pensão, fundos de hedge e bancos, estão investindo em criptoativos nos últimos 18 meses, apostando que a classe de ativos alternativos veio para ficar.

“Nossos clientes institucionais estão cada vez mais interessados ​​em ganhar exposição nos mercados de ativos digitais e estão focados em como gerenciar eficientemente o ciclo de vida operacional desses ativos”, disse Joseph Chalom, chefe global de parcerias estratégicas de ecossistemas da BlackRock, em comunicado.

A Coinbase vem construindo sua base de clientes institucionais por meio de sua plataforma Prime, que atende fundos de hedge, tesourarias corporativas e outras instituições financeiras.

Os volumes de negociação institucional na Coinbase no primeiro trimestre de 2022 foram de US$ 235 bilhões em comparação com US$ 74 bilhões para clientes de varejo, mostram seus registros. Embora esse volume institucional tenha caído em comparação com os três trimestres anteriores, aumentou pouco mais de 9% em comparação com o mesmo trimestre do ano passado.

(com Reuters)