grafico-agenda-reuniao-geral-credito-freepick-digital-money-inform

Crédito: Freepik

2022 promete inflação em alta segundo as projeções do mercado financeiro. Pela segunda semana consecutiva, o mercado financeiro eleva a previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para o ano, a inflação oficial no país, em 5,15%, ante 5,09% na semana anterior e 5,03% de há quatro semanas.

Para 2023 e 2024, as projeções foram mantidas em 3,40% e 3,00%, respectivamente. Os dados são do Boletim Focus divulgado pelo Banco Central, nesta segunda-feira, 24.

Os economistas entrevistados pelo BC mantiveram as expectativas sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). Para 2022 a projeção é de 0,29%, menor do que há quatro semanas, quando a previsão era de 0,42%.

Para 2023, a projeção do PIB caiu para 1,69%, ante 1,75% da semana anterior. Para 2024 a expectativa foi mantida em 2,00%.

Juros e Câmbio

A previsão para a taxa básica de juros, a Selic, foi mantida em 11,75% para 2022, 8,00% para 2023, e 7,00% para 2024.

A cotação do dólar para fechar 2022 foi mantida em R$ 5,60 pela quarta semana.  Para 2023, a previsão teve alta, passando de R$ 5,46 para R$ 5,50. Para 2024, a expectativa dos economistas é que a cotação se mantenha em R$ 5,40.