Presidente do BCE defende regulamentar criptomoeda-credito-freepik

Crédito: Freepik

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, defendeu a regulamentação de criptomoedas e se disse preocupada com o fato de investidores estarem entrando nesse mercado sem entender adequadamente os riscos.

“Minha avaliação muito humilde é que (os criptoativos) não valem nada, não se baseiam em nada, não tem um ativo lastreado para atuar como âncora de segurança”, argumentou Christine Lagarde, presidente do BCE, em entrevista ao programa College Tour, da emissora holandesa NTR

A dirigente também reforçou compromisso em usar os instrumentos a dispor do BCE para reduzir a inflação na zona do euro.

“Vamos seguir o caminho de parar as compras líquidas de ativos e, algum tempo depois disso – o que pode ser semanas depois -, subir as taxas de juros”, reiterou a dirigente.

Visão compartilhada com Gates e Buffet

Lagarde parece compartilhar da mesma visão do bilionário Bill Gates e, também, de Warren Buffet, mega-investidor e diretor-executivo da Berkshire Hathaway, que dizem que criptomoedas não geram valor para a sociedade.

Bill Gates é um dos homens mais ricos do mundo, com um patrimônio líquido de US$ 125 bilhões, que tem uma certa aversão aos ativos digitais. Para ele as criptomoedas não passam de um produto de especulação.

“Gosto de investir em coisas que têm um resultado valioso. O valor das empresas é baseado em como elas fazem ótimos produtos. O valor da criptomoeda é apenas o que uma pessoa decide que outra pagará por isso. Assim, não agrega valor à sociedade como outros investimentos”, afirmou.

Essa não é a primeira vez que a quarta pessoa mais rica do mundo expressa seu ceticismo com relação aos criptoativos.

Em fevereiro deste ano, o bilionário demonstrou em entrevista à Bloomberg sua preocupação pelas pessoas serem “sugadas” com o frenesi em torno do Bitcoin e das demais criptomoedas. Na ocasião, ele ainda citou Elon Musk, entusiasta dos criptoativos, como parâmetro: “Se você tem menos dinheiro do que Elon [Musk], provavelmente deveria tomar cuidado.”

(Com agências)