Programa impulsiona inovação entre startups e empresas - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

O Programa VIAS-Vetor de Inovação Aberta com Startups foi lançado nesta terça-feira, 24, pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) em parceria com a Softex, organização social civil de interesse público, para impulsionar o relacionamento entre empresas e startups na jornada de inovação aberta.

Trata-se de uma plataforma que tem como principal objetivo identificar o nível de maturidade do relacionamento entre startups e empresas por meio de um diagnóstico personalizado e indicação de boas práticas para estreitar as conexões.

A ferramenta abrange desde corporações que já praticam inovação aberta com startups até empresas sem nenhuma experiência, além de startups em diferentes níveis de maturidade, com metodologia exclusiva.

“O VIAS scan é uma abordagem inédita no país e incorpora as melhores práticas, nacionais e internacionais,  funcionando como um roadmap para as empresas. A ferramenta traz uma inteligência capaz de mostrar o nível em que se encontra a organização na sua estratégia de inovação aberta com startups”, afirma Bruno Jorge, gerente da unidade de difusão de tecnologias da ABDI.

O VIAS scan realiza um diagnóstico em seis dimensões identificadas como fundamentais: pessoas, cultura, estratégia, ecossistema, conexão e processos. O resultado apresenta, ainda, um gráfico detalhado do estágio de prontidão e como ele pode ser aprimorado, além de recomendações das melhores práticas e casos de sucesso.

“A grande questão sobre inovação aberta hoje é como fazer. E é aí que o VIAS se diferencia, atuando como uma conexão entre a empresa e a startup, trabalhando o gargalo do relacionamento, alinhando expectativas e ajudando ambas as partes a entenderem o ritmo da jornada para a parceria dar certo”, explica Diônes Lima, vice-presidente executivo da Softex.

O Programa VIAS também oferece suporte às empresas que desejem aprofundar seu relacionamento. O VIAS verso entrega conteúdo em uma plataforma EAD, para que empresas e startups avancem na maturidade de seus relacionamentos, por meio de um compilado de boas práticas, conteúdos sobre conexão e tecnologias da indústria 4.0, tendências e casos de sucesso.

(Com assessoria)