Thiago Alvarez, Diretor de Open Banking do Pic Pay e fundador do Guiabolso - Foto: Divulgação

Thiago Alvarez, Diretor de Open Banking do Pic Pay e fundador do Guiabolso – Foto: Divulgação

Os resultados do open banking só serão sentidos daqui a cinco anos. É o que acredita Thiago Alvarez, diretor de Open Banking do Pic Pay e fundador do Guiabolso. Ele foi um dos participantes de uma mesa redonda nesta quinta, 26, no Digital Money Meeting. O evento foi conduzido por Carlos Augusto Oliveira, CEO da Certdox e Conselheiro do Digital Money Informe.

O debate abordou o desenvolvimento compartilhado de inovação e seu crescimento com o Open Banking.

“Você não consegue definir a internet. Open banking também não. Acho que estamos superestimando o que ele é em curto prazo, e subestimando o que é em longo prazo. Assim como foi com a internet. Acho que só veremos os resultados em cinco anos”, disse Alvarez.

O futuro

Quem quiser investir no setor terá a necessidade de rever sua plataforma bancária. “Como vou me diferenciar?’. É uma encrenca positiva, mas é muito mais difícil do que imaginam. Acho legal as pessoas que estão olhando para frente. Mas terá um trabalho de formiguinha”, avisou o executivo. 

“Está todo mundo seguindo o mesmo caminho. Será preciso que cada instituição reflita o que ela realmente é, e que demarque um território muito claro. Para quem sobreviver, será exigida uma definição, um foco gigante naquilo que é essencial para aquela empresa. Pode ser uma essência até mais filosófica, mais de postura em relação ao consumidor, mas será necessária uma clareza do diferencial, e buscar esse diferencial loucamente, de forma insana”, concluiu.