Rumo à tokenização, Nubank soma 1 milhão de usuários de criptos - Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

O Nubank atingiu 1 milhão de clientes que utilizam a plataforma NuCripto de comercialização de criptomoedas. A notícia foi divulgada em primeira mão pelo site Neofeed. Segundo nota do Nubank, o objetivo era atingir o número em um ano, mas ele foi alcançado em menos de um mês.

O Nubank tem 46,5 milhões de clientes ativos, segundo dados do primeiro trimestre de 2022.

A funcionalidade de compra e venda de criptomoedas foi anunciada em maio pela empresa e expandida para toda a base de usuários em junho. A plataforma oferece a comercialização de Bitcoin e Ethereum, com valor mínimo de operação de R$ 1,00.

“Essa extraordinária conquista de 1 milhão de clientes no mundo cripto em tão pouco tempo mostra que estamos no caminho certo, bem posicionados e em linha com nosso propósito de democratizar as criptomoedas e proporcionar ao cliente acesso a novas oportunidades financeiras”, afirma em nota Thomaz Fortes, líder da área de cripto do Nubank.

Ao site NeoFeed, o CEO David Vélez revelou que o Nubank mira agora o mercado de tokenização, visto como próxima fronteira do setor cripto e que já está sendo explorado pelo Itaú. A tokenização é a transformação de ativos digitais ou reais em tokens na blockchain, em processo apontado como capaz de reduzir custos de intermediação, barateando investimentos.

“Essa extraordinária conquista de 1 milhão de clientes no mundo cripto em tão pouco tempo mostra que estamos no caminho certo, bem posicionados e em linha com nosso propósito de democratizar as criptomoedas e proporcionar ao cliente acesso a novas oportunidades financeiras”, afirma em nota Thomaz Fortes, líder da área de cripto do Nubank.

O produto é operacionalizado em parceria com a Paxos, também parceira do Mercado Pago, líder de infraestrutura de blockchain, que atua como provedora de liquidez e realiza a custódia das criptomoedas. A aliança com a Paxos garante, ainda, a proteção global dos ativos dos clientes pelos principais reguladores de ativos digitais.