Santander Brasil tem lucro de R$ 4 bilhões no 1º trimestre - Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

O Santander Brasil registrou lucro líquido societário de R$ 3,946 bilhões no 1º trimestre de 2022, o que representa uma alta de 40,1% na comparação com os três primeiros meses do ano passado (R$ 2,816 bilhões) e avanço de 3,9% em relação ao 4º trimestre de 2021.

Já o lucro gerencial ficou em R$ 4,005 bilhões no 1º trimestre, alta de 1,3% na comparação anual e de 3,2% em relação aos últimos três meses do ano passado.

O Retorno Ajustado sobre o Patrimônio Líquido Médio (ROAE) alcançou 20,7%, ante 20% no 4º trimestre de 2021.

A carteira de crédito do Santander atingiu a cifra de R$ 455,166 bilhões nos três primeiros meses de 2022, registrando um crescimento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2021. Os segmentos de pessoa física e pequenas e médias empresas apresentaram crescimento de 19,0% e 12,2%, respectivamente.

Já o segmento de grandes empresas apresentou queda de 10,8%. Segundo o Santander, a baixa se deve principalmente à volatilidade cambial no período, bem como por um menor nível de renovações de operações.

Já a carteira de crédito ampliada do banco totalizou R$ 521,929 bilhões no 1T22, alta de 4,9% frente ao primeiro trimestre de 2021.

O resultado de créditos de liquidação duvidosa somou R$ 4,612 bilhões, aumento de 45,9% no ano e de 24,9% no trimestre

A margem financeira líquida foi de R$ 9,327 bilhões nos três primeiros meses de 2022, retração de 9,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

O índice de inadimplência acima de 90 dias do banco atingiu 2,9%, 0,2 ponto percentual acima do registrado no trimestre imediatamente anterior.