Pilha de cifrões prateados - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

O SoftBank Group Corp lançou nesta terça-feira, 14, um fundo de US$ 3 bilhões para investir em empresas de tecnologia na América Latina em uma tentativa de aproveitar o sucesso de seu fundo inicial para a região.

Em um comunicado, o conglomerado japonês disse que planeja investir em empresas de tecnologia listadas e privadas, acrescentando que o fundo pode levantar capital adicional no futuro.

A aposta renovada da SoftBank na América Latina ocorre em um momento em que o capital de risco está crescendo em países como Brasil e México, e segue a decisão de interromper novos investimentos na China, após uma repressão regulatória às empresas de tecnologia.

O primeiro fundo latino-americano de US$ 5 bilhões da SoftBank foi lançado em 2019 pelo vice-presidente executivo e diretor de operações Marcelo Claure, em uma época em que nenhum investidor com grandes fundos havia assinado grandes cheques para startups na região.

Investiu US$ 3,5 bilhões em 48 empresas de setores que vão desde educação a finanças e logística, que agora estão avaliadas em US$ 6,9 bilhões. A maioria das empresas de seu portfólio permanece privada.

Ainda assim, empresas como o Banco Inter SA, que a SoftBank comprou quando já estava listada, e a plataforma de software de e-commerce VTEX, que abriu o capital em julho, ajudaram o fundo a registrar ganhos no último trimestre.

(Com Agência Reuters)