Sony vai produzir veículos elétricos- Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

A produção de veículos elétricos tem atraído tanto a indústria automobilística dos Estados Unidos, China e Europa, que prevêem uma adoção de 100% de carros elétricos até 2035, segundo a consultoria McKinsey, assim como  empresas de outros segmentos. A Sony, especializada em produtos eletrônicos, anuncia a criação da Sony Mobility, seu braço dedicado ao desenvolvimento de veículos elétricos.

A intenção da japonesa, bem posicionada nos mercados de entretenimento e de componentes eletrônicos, é se lançar na área de mobilidade e para isso conta com dois modelos de automóveis em seu portfólio, que planeja lançar até o final do ano.

Para o empreendimento, a empresa aposta na combinação de sua tecnologia de chips de imagem e sensores, computação em nuvem, 5G, tecnologias de entretenimento para definir a mobilidade, conforme anunciou o presidente do conselho de administração da Sony, Kenichiro Yoshida, durante o evento de tecnologia CES, nos Estados Unidos.

Yoshida apresentou um protótipo de veículo utilitário esportivo, o Vision-S 02, que usa a mesma plataforma de veículo elétrico do coupé Vision-S 01 que começou a ser testado em estradas da Europa em dezembro de 2020.

De acordo com o executivo a Sony encara a mobilidade como um espaço de entretenimento, que permite que os passageiros escolherem as opções individuais de diversão e usarem conexão de internet via redes 5G.

Enquanto isso, montadoras tradicionais planejam acelerar o ritmo para conquistar uma fatia desse mercado o mais breve possível. É o caso da Ford que acaba de anunciar que dobrará sua capacidade de produção da tradicional picape elétrica F-150. A estimativa é produzir 130 mil veículos por ano, até 2023.

Já a fabricante alemã Mercedes-Benz, especializada em carros de luxo, também anunciou o lançamento do Visiona EQXX, veículo 100% elétrico que promete oferecer uma autonomia de cerca de 1 mil quilômetros por carga, um número bem alto comparado aos padrões estabelecidos pelo mercado de automóveis elétricos.