Startup DIO. busca ONGs para distribuir 100 mil bolsas de tecnologia - Crédito: Freepik

Crédito: Freepik

A startup educacional Digital Innovation One (DIO.) está em busca de organizações não governamentais, projetos de impacto social e iniciativas públicas para a distribuição de mais de 100 mil bolsas integrais de estudo na área de tecnologia. A iniciativa é uma ação de ESG da startup em conjunto com 21 empresas de diversos setores da economia que patrocinam a plataforma de educação, com o objetivo de democratizar ensino e oportunidades de trabalho no setor de tecnologia.

A DIO. atualmente é a maior comunidade de profissionais de tecnologia que estudam gratuitamente na América Latina, contando com mais de 780 mil talentos que participam de iniciativas de capacitação. A plataforma possui diversos programas que vão desde os primeiros passos com o público iniciante na área, até programas avançados com foco em profissionais experientes e que procuram oportunidades no exterior.

Ao longo de 2021, o programa de parcerias DIO ESG Partners distribuiu mais de 50 mil bolsas para todas as regiões do país, contando com apoio de diversas organizações parceiras que auxiliaram na divulgação das oportunidades de estudo e trabalho da plataforma. A meta é dobrar o número de bolsas disponibilizadas para o ano de 2022.

“O programa ESG Partners é uma iniciativa da DIO. juntamente com mais de 50 organizações espalhadas por todo o Brasil, parceiros que acreditam no mesmo propósito de democratização de ensino e oportunidades na área de tecnologia. São essas parcerias que permitem que milhares de pessoas possam estar capacitadas para o mercado de trabalho do futuro”, afirma Victor Haruo, Head de Parcerias da DIO.

Atualmente fazem parte da iniciativa da DIO: Plataforma 1 Milhão de Oportunidades (iniciativa da Unicef com a sociedade civil), governos estaduais de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Alagoas e Maranhão, prefeituras de diversas regiões do país, além de ONGs e projetos sociais como o GOYN SP (The Aspen Institute), Reprogramando a Quebrada (Mais1Code) e Mulheres do Amanhã (MAPA Educação).

O programa não possui nenhum custo para organizações parceiras e a plataforma se responsabiliza por todo suporte para distribuição das bolsas, podem participar governos municipais e estaduais que desejam apoiar a democratização do ensino em tecnologia em suas regiões; organizações sociais e projetos que atuam com ações pró-equidade social e programas de capacitação; e empresas movidas por impacto social que desejam potencializar sua atuação em ESG.

(com assessoria)