Crédito: Flipick

As units do Banco Inter dispararam 24%, nesta segunda, após o banco anunciar o término dos estudos de reestruturação societária para listar papéis na Nasdaq e a oferta de ações no Brasil que terá a StoneCo como âncora com investimento de R$ 2,5 bilhões.

As units, certificados de depósito de ações, subiram 17,8%, a R$ 270,1, considerada por analistas a maior alta do Ibovespa, que subia 0,5%. Em Nova York, as ações da Stone Co avançaram 1,9%, chegando a US$ 64,09.

Segundo o acordo entre as empresas, a Stone terá uma fatia de 4,99% no Banco Inter. Além da prerrogativa para assento no conselho de administração do banco, terá o direito de transferência em caso de mudança de controle do Inter, pelo prazo de seis anos e conforme os limites de preço predefinidos. O investimento da credenciadora no Inter está baseado no preço fixo de R$ 57,84 por unit.

No caso de reestruturação, conforme analistas, o Inter pretende migrar sua base acionária para a Inter Plataform, uma empresa sediada em Cayman a ser registrada na Securities and Exchange Commission (SEC), responsável pela regulação do mercado de capitais nos Estados Unidos. As ações dessa nova empresa serão listadas na Nasdaq, e o banco Inter passará a ter apenas BDRs no Brasil, listadas na B3.